Transgênicos: contra ou a favor?

A pergunta ainda é prematura diante das questões que vou apresentar aqui.

O uso da biotecnologia têm trazido muitos benefícios às necessidades humanas. Nesse aspecto, pudemos observar os alimentos funcionais e os alimentos resistentes a pragas e herbicidas, produtos tais derivados da transgenia que permitem fornecer ao consumidor um alimento mais saudável, e ao agricultor, uma lavoura com menor uso de produtos químicos e agrotóxicos, sem afetar o desenvolvimento sustentável.

A sociedade tende a rejeitar os produtos transgênicos embasando-se mais em argumentos políticos, econômicos ou ideológicos do que realmente científicos.

A bem da verdade, nunca ouviu-se falar que “cabelos cresceram no estômago” ou que “o animal ganhou um terceiro olho” por ter consumido transgênico. Você – sim, VOCÊ – consome alimentos transgênicos há quase 40 anos, e ainda está aí.

Você não sabia, mas muitas dos alimentos que hoje consumimos foram exemplo de evolução artificial, como as frutas e verduras. Pelo método da polinzação feito por insetos, outras espécies foram misturando os próprios genes e evoluindo. Da mesma forma, homem foi cruzando espécies de sementes até chegar ao que hoje conhecemos, por exemplo, como a maçã e a banana.

Para deixá-lo mais curioso, os meios empregados na agricultura moderna são bem controversos para nossos ouvidos leigos. Existem culturas em que irradiam-se as sementes para que a fruta, no auge de sua maturidade, possa durar mais. Você não entendeu errado: irradiar no sentido de inserir radiação.

Mesmo com tudo isso, os consumidores acabam sendo convencidos dos riscos no consumo  de alimentos GM, quando na verdade sequer procuram saber tais riscos  realmente existem; ou se existem, quais são.

A defesa que o consumidor tem hoje reside na previsão legal que obriga o fornecimento de informações claras e objetivas no rótulo dos alimentos. Conforme art. 40 da Lei 11.105/05, caso o alimento contenha mais de 1% de transgenia, sua rotulagem é obrigatória.

No rótulo do alimento transgênico deve conter o símbolo abaixo, definido pelo Ministério da Justiça

Curiosamente, conseguimos encontrar vários produtos contendo este símbolo.

Mas é controverso concluir – e concordar com a lei – no sentido de que alimentos com menos de 1% de transgenia não são obrigados a inserirem no rótulo essa informação, mesmo que acertadamente possuam transgenia. Grandes discussões surgem no sentido de que, se tem transgenia – independente da quantidade – tem de vir com o símbolo específico no rótulo.

Ainda sim o assunto merece ser tratado abstraindo as polêmicas levantadas.

A questão é quanto ao rótulo (e a forma com que a Política Nacional de Biossegurança vem tratando essa questão) e não quanto a possibilidade – tão provável como o Coelho da Páscoa – de você ganhar uma terceira orelha, um terceiro pé ou um terceiro olho.

About these ads

Sobre Laiane Caetano

é advogada militante e pesquisadora independente, bacharel pela PUC Minas e especialista em Direito de Empresa pela mesma instituição. É uma consumidora em potencial, mas acredita usar a consciência sempre. Divaga sobre temas de seu interesse e tem grande prazer em trazer para o blog discussões acerca dos direitos do consumidor e temas correlatos.
Esse post foi publicado em Demais leis, Uma conversa franca. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Transgênicos: contra ou a favor?

  1. maria heloiza disse:

    trasgênicos são alimentos que nosa saúde nescecita pois ajudam na digestão do organismos a cada refeição do dia

  2. Indiscreto disse:

    não seria os termogênicos? Que eu saiba transgênicos fazem mal sim.

    • laianecaetano disse:

      Olá colega “indiscreto”!

      Com relação aos alimentos transgênicos, não há prova de que realmente o alimento tenha causado mal a alguém em razão apenas da transgenia nele existente.

  3. gabriel disse:

    sou a favor pois os alimento transgênicos são o nosso futuro,pois são mais fortes resistem a pragas e doenças..etc..

  4. Sofya Toram disse:

    Eu sou a favor.Pois antes de ser usado os trangenicos foram testados nos Estados Unidos e nao foi constatado nem um problema que poseria causar algum mal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s